Agenda

Dezembro 2017
S T Q Q S S D
27 28 29 30 1 2 3
4 5 6 7 8 9 10
11 12 13 14 15 16 17
18 19 20 21 22 23 24
25 26 27 28 29 30 31

Seja Voluntário

Media

Artigos

Visitas ao Site

mod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_counter
mod_vvisit_counterHoje208
mod_vvisit_counterOntem3735
mod_vvisit_counterEsta Semana18311
mod_vvisit_counterEste Mês53047
mod_vvisit_counterTOTAL410305

ar

O Ar é vital para cada uma dos triliões de células que compõem o nosso corpo. Em 1875, um grupo de exploradores lançou um balão de ar quente chamado Zenite. O seu objectivo era estabelecer o recorde mundial de altitude. Obtiveram sucesso ao chegarem aos 8600 metros, mas, dos 3 homens que tripulavam o balão, 2 deles morreram devido a falta de oxigénio. Esta experiência trágica foi uma confirmação solene de que uma pessoa pode viver durante semanas sem comida, durante dias sem água, mas só alguns minutos sem oxigénio! Este é um ingrediente essencial para a existência de vida.

Quando pensamos no ar, pensamos em oxigénio, mas só 21% do ar é oxigénio, sendo, 78%, azoto e vestígios de outros gases e água. Como o corpo humano funciona com oxigénio, cada uma dos 100 triliões de células tem de receber um fornecimento contínuo e fresco; de contrário, morrerão. Nos pulmões, o oxigénio passa para o sangue, e é transportado para todo o corpo pelos glóbulos vermelhos. As células bem oxigenadas contribuem para o bem-estar geral. Tudo o que diminua o abastecimento de oxigénio aos pulmões, ou a sua entrega aos glóbulos vermelhos, é prejudicial.

A Terra purifica o ar através das plantas verdes, dos relâmpagos e tempestades, dos oceanos e rios, da luz solar e da areia. Infelizmente, a qualidade do ar pode variar muito, tornando-se este, frequentemente, muito poluído e perigoso. As indústrias, o escape dos automóveis e o fumo são os principais contribuintes para a poluição do ar.

Passo pouco tempo na rua. Será que também posso estar a respirar ar poluído?Os poluentes do exterior podem facilmente entrar para as nossas casas e locais de trabalho. Para além disto, muitas casas e escritórios modernos são muito fechados, para economizar nos custos de energia. Esta vantagem na economia pode ser descompensada pela falta de ventilação e a potencial acumulação de poluentes no seu interior.

O fumo do tabaco é um dos poluentes mais perigosos, mas ainda há outros. O formaldeído, por exemplo, emana de alguns produtos de madeira, e outras substâncias químicas são libertadas das carpetes, das máquinas de fotocópias, dos estofos, de produtos de limpeza. O monóxido de carbono e o dióxido de nitrogénio, dois gases venenosos, poderão ser provenientes de caldeiras de calefacção a gás, a óleo ou a carvão, fogões a gás, lareiras e aquecedores a petróleo. Outros problemas surgem do pó, ácaros, bolor e fungos, ozono, chumbo, amianto, resíduos de pesticidas e, em algumas áreas, outros gases fortuitos.

Como é que estes poluentes afectam as pessoas?
Os sintomas vão desde ardor nos olhos, dores e comichão na garganta e tosse, a dores de cabeça, lentidão, sentimentos de exaustão e depressão. Este conjunto de sintomas é, por vezes, referido como “síndrome do edifício doente”. A poluição do ar também está relacionada com as doenças cardiovasculares e o cancro. Isto não é de admirar, pois muitas das substâncias tóxicas que respiramos são cancerígenas e danificam as artérias do corpo.

O que poderei fazer para me proteger?
três formas básicas de nos protegermos, não a 100%, mas significativamente.

1. Reduza a sua exposição a poluentes. Eis algumas sugestões:
- Proibindo que se fume dentro de casa/escritório. Até o fumo passivo contém centenas de químicos nocivos.
- Certifique-se de que todos os aquecedores e outros dispositivos a gás, a óleo, a petróleo e a carvão têm uma ventilação adequada para o exterior, aplicando-se o mesmo a caldeiras a carvão ou madeira e as lareiras. Não se esqueça do fogão a gás e da máquina de secar roupa.
- Mantenha os aparelhos de ar condicionado e os aquecedores em boas condições de manutenção. Limpe as condutas de ar e os filtros regularmente.
- Mantenha as chaminés limpas e em boas condições.
- Use aerossóis ambientadores e insecticidas com moderação.
- Evite pôr o carro a trabalhar numa garagem adjacente ou perto de uma janela aberta.

2. Aumente a quantidade de ar fresco dentro dos ambientes fechados.
A solução mais óbvia para a poluição de interior é abrir as janelas de forma a que se faça uma corrente de ar. O ar fresco não só dilui os gases que ficaram presos no interior da casa, diminuindo, assim, as ameaças à saúde, mas também enriquece o ar estagnado. Por vezes, as pessoas não se dão conta de que, em áreas fechadas, podemos respirar e voltar a respirar o mesmo ar. O conteúdo de oxigénio diminui, e o dióxido de carbono e outros resíduos aumentam, tendo como resultado sonolência, lentidão e dores de cabeça.

Aqui ficam algumas sugestões:
Programe os aparelhos de ar condicionado e os sistemas de aquecimento para que estes deixem entrar 20 a 35% (ou mais) de ar fresco. Os custos com energia serão, talvez, um pouco mais elevados, mas os benefícios para a saúde serão muito compensatórios.

Areje a sua casa pelo menos uma vez por dia. Em dias de nevoeiro, areje a casa de manhã cedo ou à noite. Na maior parte das áreas de nevoeiro, este é menos intenso depois do sol se pôr. Se vivemos dentro de uma cidade, escolhamos as horas com menos trânsito para o fazermos.

Durma com uma janela aberta. Arranje forma de haver uma leve corrente de ar no seu quarto. Acordará sentindo-se repousado.

Tenha plantas em casa. Traga a Natureza para dentro de casa! Uma planta ajuda a limpar o ar e a enriquecê-lo com oxigénio. Recomendamos colocar pelo menos uma planta por cada 9m2 de espaço interior. Lembre-se de abrir um pouco a janela durante a noite, especialmente se tiver plantas no quarto.

3. Aumente a oxigenação do sangue
Faça exercício! O exercício físico promove uma melhor circulação e aumenta a oxigenação do sangue. Se estiver a sentir-se sem energia e com a mente sobrecarregada, faça uma caminhada de 15 a 30 minutos a passo rápido e respire fundo. Verá como se sentirá melhor e com mais vigor.

Reduza o consumo de gordura! Uma alimentação rica em gordura reduz a capacidade de oxigenação dos órgãos do corpo. Evite refeições com muita gordura, especialmente de origem animal! Lembre-se de que quanto mais hortaliças, saladas, frutas e cereais integrais comer, melhor será a circulação sanguínea no seu corpo.

Corrija a sua postura! Pessoas que adoptam uma má postura, tendem a ficar curvadas. Isto impede os pulmões de se expandirem completamente e deixa os órgãos vitais carentes do seu tão necessário oxigénio.

Evite o álcool! O consumo de bebidas alcoólicas também prejudica, de duas maneiras, o fornecimento de oxigénio: diminui a respiração e prejudica a circulação.

Não use roupas apertadas! Cintos e cintas impedem os pulmões de se expandirem completamente, e prejudicam a circulação saudável, reduzindo assim o fornecimento de oxigénio ao corpo.

Beba bastante água! Não beber quantidades suficientes de água impede o sangue de circular livremente e permite que se acumulem impurezas.

Saúde&Lar, Março 2006

Nutrição

nutriçao

  

Exercício

exercicio

  

Água

Água

  

Sol

Sol

 

Temperança

temperança

 

Ar

Ar

 

Descanso

Descanso

 

Confiança

Confiança

 
RocketTheme Joomla Templates