Agenda

Dezembro 2017
S T Q Q S S D
27 28 29 30 1 2 3
4 5 6 7 8 9 10
11 12 13 14 15 16 17
18 19 20 21 22 23 24
25 26 27 28 29 30 31

Seja Voluntário

Media

Artigos

Visitas ao Site

mod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_counter
mod_vvisit_counterHoje208
mod_vvisit_counterOntem3735
mod_vvisit_counterEsta Semana18311
mod_vvisit_counterEste Mês53047
mod_vvisit_counterTOTAL410305

água

Forçar o corpo a trabalhar com uma quantidade limitada de líquidos é como tentar lavar a louça do jantar com um copo de água. Quando não bebe água suficiente, o corpo tem de eliminar os resíduos numa forma muito mais concentrada, causando odor corporal, mau hálito e urina com mau cheiro.

Será que não bebemos a água de que necessitamos?
Diz-se que alguns povos não bebem água, só vinho! Sorrimos, mas o facto é que se bebe cada vez menos água. Os refrigerantes estão a tornar-se a bebida preferida das nossas crianças. Nos Estados Unidos, por exemplo, os adolescentes bebem em média 2 a 3 latas de refrigerantes por dia, e alguns até 6 ou 7! Em Portugal, o consumo de refrigerantes também está a aumentar entre as camadas mais jovens. Muitos adultos bebem mais cerveja do que água. Além disso, o consumo de chás, café e outras bebidas está também a aumentar. Já reparou no que acontece frequentemente quando vai comer a um restaurante? Normalmente dão-lhe um copo de água e perguntam: “E o que vai beber?”

Porque necessitamos de água?
O nosso corpo é composto por 70% de água, e os nossos rins processam mais de 200l de água por dia. As células são compostas essencialmente por água e praticamente todos os líquidos do corpo, como por exemplo o sangue, são constituídos à base desta substância preciosa. A água também é utilizada para controlar a temperatura, humidificar o ar que respiramos, expelir resíduos indesejáveis e lubrificar os tecidos do corpo. Sem água, ficaríamos com mais rugas do que uma passa de uva!

Para além das reacções químicas do corpo que envolvem água, ocorrem também perdas naturais através da:
- Transpiração visível e invisível;
- Respiração;
- Urina;
- Fezes.

E os sumos de fruta?
Os sumos podem ser uma boa fonte de vitaminas e sais minerais, mas podem ser fontes de muitas calorias quando consumidos em excesso. Não se esqueça de que para produzir um copo de sumo de laranja necessita de pelo menos 3 a 4 laranjas, e para um copo de sumo de maçã necessita de um grande número de maçãs! Ao beber estes e outros sumos estará a consumir as calorias de toda aquela fruta. Modere mesmo o consumo de sumos. De preferência, consuma meio copo de sumo de fruta ou adicione alguma água. Os diabéticos deveriam prestar especial atenção ao consumo de sumos.As bebidas “diet “ – sem açúcar – resolvem estes problemas?
As bebidas diet não contêm açúcar, mas causam outras preocupações. Quase todas as bebidas, quer tenham açúcar, quer não, contêm químicos que lhes são acrescentados para dar cor, sabor, conservá?los, e por outras razões. Algumas delas poderão irritar o delicado revestimento do estômago, e outras poderão requerer que o fígado e os rins as eliminem.

A água é a melhor bebida!
Beber água evita estes problemas pois não contém calorias extras para tornar a digestão mais lenta ou para serem armazenadas. Não contém irritantes para os delicados revestimentos do sistema digestivo, tem menos químicos para ameaçar a maquinaria delicada do organismo e não contém cafeína. Está sempre disponível e é barata! A água é a bebida perfeita. Da próxima vez que lhe perguntarem “Quer beber alguma coisa?”, poderá responder: “Sim, um copo de água seria muito bom. Aliás, seria perfeito”.

Quanta água devo beber?
Uma regra simples é a de beber o suficiente para manter a sua urina clara. O corpo perde cerca de 10 a 12 copos de água por dia através da pele, dos pulmões, da urina e das fezes. A comida fornece 2 a 4 copos de água, deixando-nos cerca de 6-8 copos de água para beber. Habitue-se a beber água liberalmente. Beba ao levantar, durante a manhã, a meio da tarde e antes do jantar. Beber um copo de água é como tomar um duche interno. Limpa o estômago e prepara-o para o seu trabalho. Portanto, comece bem o dia! Dê a esse primeiro copo de água um gosto especial, acrescentando-lhe umas gotas de limão. Depois, durante a pausa para café de manhã e de tarde, pegue num copo e beba água até se satisfazer. É tentado a petiscar? Substitua os petiscos por um copo de água!
Há algumas doenças que possam impedir que beba quanta água eu quiser?
Certas doenças requerem um consumo mais controlado de água. A insuficiência cardíaca e a insuficiência renal são dois exemplos. O seu médico poderá informá-lo/a sobre a quantidade de água a tomar nestes casos especiais.

Engarrafada ou canalizada?
Muitos relatórios falam sobre contaminação da água – por metais pesados, resíduos nucleares, fertilizantes, pesticidas, herbicidas e fugas de óleo – e, como resultado, muitas pessoas têm receio de beber a água canalizada. Só nos Estados Unidos, onde existe um controlo rigoroso da qualidade da água da torneira, são gastos cerca de 4 biliões de euros em água engarrafada todos os anos.
Parte do problema é que os requisitos da lei são exactamente iguais para a água engarrafada e canalizada. Outra preocupação é a falta de flúor na água engarrafada. Além disso, depois de aberta, a água engarrafada fica mais vulnerável a bactérias, devido à falta de cloro, um desinfectante presente na água canalizada.
Como a maioria dos sistemas municipais são testados diariamente, se o seu fornecimento tiver um bom nível, aquilo que sai da sua torneira poderá ser tão seguro como a água engarrafada que compra e muito mais barata!

O que posso fazer se a minha água da torneira não for boa para consumo humano?
Uma das formas de se proteger é instalando o seu próprio sistema de filtragem. Um bom filtro de carvão vegetal pode remover a maior parte dos contaminantes e fazer com que a água saiba bem. Se depender de poços privados, as autoridades locais deverão testar a sua água regularmente.
Mas a água engarrafada sabe muito melhor!
Por vezes é assim, mas nem sempre. Se estiver disposto a pagar por isso, há muitas alternativas no mercado. Mas, ironicamente, a maior parte de nós enfrenta mais problemas de saúde por não bebermos água, do que devido aos seus contaminantes.

A maioria das pessoas deveria beber mais!

A água é, na realidade, a bebida mais saudável. Só poderemos viver alguns dias sem ela. Embora todos nós obtenhamos o suficiente para nos sustermos, a verdade é que a maioria não bebe o suficiente para funcionar da melhor forma. Bebericamos o suficiente para sobreviver. O resultado é um stresse desnecessário colocado sobre o sistema de limpeza e sobre outras funções do organismo.
Comece cedo
Uma maneira de se certificar que bebe a quantidade diária necessária é bebendo 2 copos quando acorda de manhã. Faça-o antes de ser apanhado pelas actividades do dia. Com 2 copos já bebidos, só terá de beber mais 4 a 6 durante o resto do dia. Poderá fazê-lo da seguinte maneira: mais 2 a meio da manhã, 2 a meio da tarde e 2 antes do jantar. É algo que todos podem fazer. Se esperar até ter sede, é provável que nunca consiga beber o suficiente.

Sejamos coerentes!
O que é que faz mais sentido: comer as frutas e os vegetais de que necessitamos para ter boa saúde, ou evitá-los porque poderão conter resíduos de pesticidas? Da mesma forma, o que faz mais sentido: beber os 8 copos de água de que o corpo necessita para eliminar as toxinas ou, na ausência de provas conclusivas, evitar a água da torneira por medo de que possa conter algo perigoso? Seja bom para si mesmo! Beba a melhor bebida da Naturezaa água.

Saúde&Lar, Março 2006

Nutrição

nutriçao

  

Exercício

exercicio

  

Água

Água

  

Sol

Sol

 

Temperança

temperança

 

Ar

Ar

 

Descanso

Descanso

 

Confiança

Confiança

 
RocketTheme Joomla Templates