Agenda

Dezembro 2017
S T Q Q S S D
27 28 29 30 1 2 3
4 5 6 7 8 9 10
11 12 13 14 15 16 17
18 19 20 21 22 23 24
25 26 27 28 29 30 31

Seja Voluntário

Media

Artigos

Visitas ao Site

mod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_counter
mod_vvisit_counterHoje211
mod_vvisit_counterOntem3735
mod_vvisit_counterEsta Semana18314
mod_vvisit_counterEste Mês53050
mod_vvisit_counterTOTAL410308

exercicio

A mítica fonte da juventude atraiu os aventureiros de antigamente para uma vida de procura infrutífera. Com o decorrer dos tempos, tornou-se o símbolo de um sonho impossível. Isto aconteceu no passado! Hoje, a ciência parece ser capaz de pôr, pelo menos, parte desse sonho à disposição de quase todos nós.

Novas provas para uma fonte da juventude
Quando os exploradores procuravam uma fonte que manteria a eterna juventude, muitos adultos morriam cedo devido a doenças infecciosas. Hoje, a melhoria na higiene, bem como os antibióticos e as vacinas, quase eliminaram essas doenças. A frente de batalha mudou, agora, para as doenças relacionadas com os hábitos de vida. Estas doenças podem incapacitar-nos prematuramente e matar-nos de repente ou, na maioria dos casos, l-e-n-t-a-m-e-n-t-e. As boas notícias são que podemos ter mais vitalidade, melhor saúde e uma vida mais longa, através de uma actividade física regular e estimulante.

Será que o exercício físico pode fazer tudo isso?
O adágio “Use-o ou perca-o” não só se aplica a músculos e ossos, mas também ao coração, pulmões, cérebro, vasos sanguíneos, articulações e outras partes do corpo. Um estilo de vida sedentário pode contribuir para uma morte precoce.
Analisemos alguns factos:
 As mulheres que fazem pelo menos quatro horas de exercício por semana diminuem o seu risco de cancro da mama em mais de 30%.
 As pessoas activas
têm cerca de metade das probabilidades de contraírem cancro do cólon do que as pessoas inactivas.
 Cerca de
30 minutos diários de exercício moderado reduz em 30-50% a nossa probabilidade de contrairmos Diabetes tipo 2 e doença coronária isquémica.Nem todas as pessoas podem fazer jogging ou frequentar um ginásio. Será que há outras formas de exercício que também sejam boas?
Todos os benefícios da lista acima podem resultar da “caminhada a pé”. A caminhada é o exercício ideal. É barato! É seguro! Quase todas as pessoas o podem fazer e... é divertido! Pode escolher a sua própria velocidade, e pode parar quando quiser. À medida que a sua forma física for melhorando, pode ir aumentando a velocidade e o tempo que caminha.

Qual é a diferença entre exercício aeróbico e anaeróbico?
Os melhores exercícios para a recuperação e manutenção da saúde são os exercícios aeróbicos - “com ar” (oxigénio). Eis alguns exemplos: caminhar a pé, jogging (correr a passo lento), saltar no trampolim, nadar, andar de bicicleta. Estes exercícios proporcionam uma maior oxigenação dos músculos, através dos ciclos rápidos de contracção e relaxamento. Os exercícios anaeróbicos – “sem ar” (oxigénio), como por exemplo os de musculação, produzem um funcionamento dos músculos com menos oxigénio, pois há menos ciclos rápidos de contracção e relaxamento dos músculos.
Para serem eficientes, os exercícios aeróbicos têm de ser rápidos e contínuos durante pelo menos 15 a 20 minutos. Um programa diário de 30 a 40 minutos de exercício aeróbico trará maiores benefícios. Para perder peso e para diabéticos, aumente este período para 1 hora diária, de preferência repartida em 2 ou 3 vezes e feito 1 hora após as refeições. Se puder, faça também alguns exercícios anaeróbicos, 2 ou 3 vezes por semana. Algumas sugestões: levantar pesos moderados 2 a 3kg durante 15 a 20 minutos ou exercícios de barra. Não esqueça que os exercícios devem ser adequados à sua idade e estado físico!

É verdade que é necessário atingir uma certa frequência cardíaca para que o exercício seja eficaz?
Há regimes de exercícios para propósitos específicos. O conceito do treino da frequência cardíaca (nº de batimentos do coração durante 1 minuto) é particularmente útil para fortalecer o coração. Tem sido sugerido que a frequência cardíaca ideal durante o exercício seja de
70% da frequência cardíaca máxima, para pessoas sem problemas de saúde, especialmente do coração. Muitos não querem preocupar?se com estes detalhes! Lembre?se que até mesmo actividades moderadas, como é o caso de uma caminhada a passo acelerado, melhorarão a sua forma física. Todos os passos contam!

Mas detesto fazer exercício! É tão maçador!
Todos nós fazemos coisas muito maçadoras durante o dia: escovar os dentes, limpar a casa, lavar o carro, lavar a louça e, para alguns... ir para o trabalho. Mas fazemos essas coisas porque gostamos da
recompensa: dentes bonitos, uma casa atraente, um carro limpo, o vencimento. Depois de algum tempo, estas actividades tornam-se rotina, uma parte aceite da nossa vida diária. Devemos olhar para o exercício da mesma maneira. Os benefícios que nos traz são muito maiores do que a limpeza da casa ou do carro – durarão a vida inteira.Planeie o seu exercício
É muito útil planear as suas sessões de exercício com antecipação. Se é madrugador, tente fazer o exercício antes do pequeno-almoço. Se a sua manhã já estiver muito cheia, ande durante a hora do almoço ou à tarde. O importante é encontrar uma altura que seja boa para si.

A companhia de amigos torna o exercício divertidoMuitas pessoas queixam-se de que o exercício é maçador. Para dar vida às suas sessões, inclua nelas amigos e membros da família. Se não quiserem juntar?se a si, leve o cão para dar uma volta. O exercício pode ser um prazer, se o encarar com uma atitude positiva e divertida.
O exercício regular é tão necessário como o ar, a água e os alimentos saudáveis.
Não deixe que outro dia passe sem fazer exercício.

 Como é que o exercício físico nos ajuda a viver mais e melhor?
 * Ajuda-nos a SENTIRMO-NOS BEM! A vida torna-se mais alegre e esta sensação agradável não provoca um efeito negativo mais tarde. Além disso, as hormonas que produzem a sensação de bem-estar, que temos após o exercício, promovem a saúde.
 * Fortalece o coração. Isto é importante numa sociedade em que quase uma em cada duas pessoas morre de doenças cardiovasculares.
 * Pode baixar a tensão arterial e a frequência cardíaca em descanso, protegendo, assim o coração e os vasos sanguíneos.
 * Baixa os níveis de colesterol LDL e de triglicéridos no sangue e, muitas vezes, eleva o colesterol HDL, diminuindo, assim, o risco de doenças cardiovasculares. (LDL é o “mau” colesterol e HDL é o “bom” colesterol).
 * Fortalece os ossos, ajudando-os a reter o cálcio, evitando a osteoporose .
 Ajuda na depressão. O exercício ao ar livre é um adjuvante muito importante no tratamento desta doença comum e incapacitante.
 * Alivia a ansiedade e o stresse.
 * Aumenta os níveis de energia e a eficiência em todas as áreas da vida.
 * Ajuda a manter o peso ideal; desenvolve os músculos e queima gorduras.
O exercício moderado equilibra o apetite.
 * Melhora a circulação.
 * Melhora o sono e promove a reparação dos tecidos do corpo.
Faça exercício... pela sua saúde!

Saúde&Lar, Março 2006

Nutrição

nutriçao

  

Exercício

exercicio

  

Água

Água

  

Sol

Sol

 

Temperança

temperança

 

Ar

Ar

 

Descanso

Descanso

 

Confiança

Confiança

 
RocketTheme Joomla Templates